Tantas novas formas de comunicação surgiram nos últimos anos que alguns empreendedores ficam perdidos sobre quais canais utilizar para falar com seu cliente e potenciais consumidores. Com o aumento do alcance das redes sociais e surgimentos de outros meios como o whatsapp, canais tradicionais como o e-mail marketing tem sido deixado de lado por alguns empreendedores.

O e-mail marketing é uma das formas de comunicação mais antigas no ambiente online, que surgiu na década de 70, mas sua prática iniciou de fato nos anos 90. O objetivo do e-mail marketing é ser um canal para criar e manter um relacionamento com clientes e prospects, através de mensagens com informações, ofertas, notificações, datas comemorativos, boas-vindas, entre outras motivações. Mas afinal, o e-mail marketing ainda vale a pena como meio de comunicação e vendas ou está ultrapassado?

 

Praticamente todos têm um e-mail
O e-mail marketing é, na verdade, um dos meios de comunicação mais efetivos da atualidade. Isso porque nem todos os potenciais clientes estão nas redes sociais ou são leitores assíduos de sites e blogs. Entretanto, praticamente todos têm um endereço de e-mail, que ainda é o canal mais rápido e o mais eficaz para receber e transmitir dados. E o número de usuários de e-mails tende a crescer. A estimativa é que até o final de 2019, segundo o site Statista, um terço da população mundial, ou seja, quase 3 bilhões de pessoas, utilizam essa ferramenta.

 

 

Dados comprovam
Além da quantidade de usuários de e-mails aumentar, pesquisas indicam que 95,9% dos usuários conferem a caixa de entrada diariamente. Os resultados deste tipo de ação também são muito satisfatórios. 76,8% dos usuários de e-mail já realizaram uma compra a partir do recebimento de uma newsletter. Assim, o e-mail marketing é muito utilizado nas estratégias de marketing digital. 86% dos profissionais de marketing B2B usam campanhas de email para gerar novas oportunidades e lidar com negócios. O retorno em relação ao investimento também é muito bom. O e-mail marketing oferece um ROI médio de US$ 44 para cada US$ 1 gasto.

 

Maior compromisso e formalidade

O e-mail também traz mais compromisso e menos informalidade, característica das redes sociais. É um outro tipo de comunicação e estas se complementam. Nas redes sociais a mensagem também não costuma ser direcionada, já no e-mail, por ser um envio particular, o receptor sente uma obrigatoriedade maior de checar as informações.
Segmentação e triagem

Os e-mails geralmente são olhados cuidadosamente, em geral todos os dias. Outra vantagem é que as campanhas de e-mail marketing oferecem a opção de cancelamento de recebimento, sendo menos invasivo pois o público se sente respeitado em sua escolha, o que também acaba funcionando como um termômetro do interesse nas formas de comunicação da empresa.

Os processos estão cada vez mais avançados. A segmentação possibilita enviar materiais para públicos específicos, o que amplia a taxa de conversão. A ferramenta pode ser usada para alcançar determinados grupos de clientes ou até mesmo indivíduos, enviando mensagens exclusivas com base em seus interesses e necessidades. Essas informações são coletadas com o auxílio de softwares de automação de marketing e ferramentas como Lead Scoring. Os sistemas de automação também simplificam o processo de cálculo do ROI de uma campanha de email.

 

Agora que você sabe o e-mail marketing ainda vale a pena como meio de comunicação, confira nossas dicas de como aumentar suas vendas através deste canal e busque uma agência de marketing digital que terá uma equipe especializada para auxiliá-lo em suas estratégias.

Deixe um comentário